Feed RSS/Atom

Dias desses, postei no meu Mastodon sobre Feeds RSS. Precisamos resgatar essa importante ferramenta de volta a blogs e sites que possuem um fluxo de conteudo constante, como Podcasts.

Porque é importante?

Um Feed RSS ajuda a democratizar a forma como as pessoas consomem conteúdo, permitindo que uma pessoa possa consumir o conteúdo de um blog, sem ter a necessidade de acessar o blog de fato e dando a possibilidade da pessoa que publica os artigos possa ter mais foco em escrever o conteúdo. O Feed RSS é um padrão proposto a mais de duas décadas, chegando na sua versão 2.0 em 2002 e implementado em diversos tipos de plataformas de blogs/gerador de conteúdo e o Atom é sua versão aberta e padronizada 1, quase como um RSS 3.0, e aproveitando para polir algumas arestas estranhas do RSS na sua ultima versão.

Como isso democratiza a forma de consumo?

Disponibilizar um feed RSS permite que as pessoas possam ter mais controle sobre a sua forma de consumo de conteúdo, permitindo que ela possa consumir o conteúdo do seu blog/site/portal da forma que bem preferir, sem sequer ter que entrar no seu site, exceto se ela quiser. Existe uma abundância de implementações, justamente por ser um padrão. Por exemplo, eu posso consumir o conteúdo do seu blog em um agregador online que eu mesmo hospedo como o miniflux2, ou através de um terminal com o newsboat3 se ela preferir. Sem paywall, sem anúncios, sem pop-ups, sem espionagem das minhas atividades online, sem ter que aguardar carregar os 10MB de dados do seu site. Eu, por exemplo, consumo meus blogs e podcasts através de uma instancia que eu hospedo do miniflux, uma versão mínima e simples, acessível para celulares. Alguns artigos, por exemplo, eu prefiro ler eles direto da fonte mas eu não sou obrigado a fazer isso.

Imagem de um artigo da Revista Ópera com o título de Elon Musk: Umneo-conquistador do lítio sul-americano aberto no miniflux dentro do qutebrowser

Inclusive, uma dica: você pode subscrever um canal do Youtube/Vimeo/Peertube através dos Feeds RSS do canal :)

Porque eu nunca ouvi falar disso antes?

Diversas corporações, incluindo algumas que advocam pela “Web Acessível” tiveram seu papel em ajudar a tentar matar os Feeds (alô Facebook/Mozilla)4. Isso, não significa que eles estão em desuso ou simplesmente não devem ser levados em conta. Afinal, a “solução” proposta por essas corporações é assinar uma newsletter (que nunca entrega apenas o artigo) ou seguir em redes sociais que eles tem o controle sobre o que é visto e publicado, automáticamente “ordenando” conforme o algoritmo e seus interesses privados.

A maior parte dos mecanismos de publicação, como Hugo, Jekyll, Pelicano, WordPress, Ghost, Write.as já disponibilizam. Você pode implementar um manualmente se preferir usando alguma biblioteca na linguagem que você utiliza para implementar seu site e para os agregadores poderem consumir, basta disponibilizar uma tag HTML no corpo da sua página nesse formato:

<link rel="alternate" href="url-do-feed-xml" title="Feed do meu blog" type="application/rss+xml" />

Vamos permitir que as pessoas consumam o conteúdo favorito delas, onde elas quiserem.


  1. https://tools.ietf.org/html/rfc4287 ↩︎

  2. https://miniflux.app ↩︎

  3. https://newsboat.org ↩︎

  4. https://www.bleepingcomputer.com/news/software/mozilla-to-remove-support-for-built-in-feed-reader-from-firefox/ ↩︎


Ficou com alguma dúvida ou viu alguma coisa que não curtiu em relação a esse post? Vamos discutir sobre, manda um email lá na minha caixa de entrada pública ~porcellis/public-inbox@lists.sr.ht